Notícias e Eventos
Notícias SEGH

24
jul/20

COMITÊ DO TURISMO E ASSOCIAÇÕES DE 43 MUNICÍPIOS SE UNEM PEDINDO MUDANÇAS IMEDIATAS NO ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA

AMESNE e AMSERRA se reuniram nesta quinta-feira com núcleo do Comitê da Retomada do Turismo RS e aprovaram a proposição de um novo Modelo de Distanciamento Social por unanimidade

Compartilhe isto:

A fala contundente do Prefeito de Cambará
do Sul deu o tom da reunião entre munícipios da Serra Gaúcha e
representantes do Comitê de Retomada Turismo RS, realizada ontem
da única forma que a pandemia de Covid19 permite - em uma sala
virtual. “Estamos no pico do inverno, período em que, todos os anos, as UTIs
permanecem lotadas pelas doenças respiratórias. Critérios baseados em
disponibilidade de leitos precisam levar isto em conta, não podem mais ser os
mesmos de 4 meses atrás. Precisamos urgentemente aperfeiçoar o Modelo de
Distanciamento Controlado, agregando o conhecimento e a experiência de
setores importantes da sociedade, como o empresariado e as entidades”,
declarou o prefeito Schamberlaen José Silvestre, que também preside a
AMSERRA (Associação de Municípios da Serra).
Pleitear junto ao Governo do Rio Grande do Sul mais autonomia também é a
meta da AMESNE (Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste),
presidida pelo Prefeito de Cotiporã, José Carlos Breda. “Para que possamos
adequar os protocolos de distanciamento social à realidade específica de cada
município é preciso que o Governo Estadual nos libere para agir. Não é possível
sermos ameaçados com liminares e ações civis públicas por estarmos cumprindo
o dever para o qual fomos eleitos, que é justamente gerir nossos municípios”.
Breda acrescentou que praticamente todos os prefeitos da Serra Gaúcha estão
alinhados em favor da retomada das atividades econômicas de forma segura e
responsável, em especial no setor mais afetado pelo crise – o turismo.


Prefeito da cidade de Canela, Constantino Orsolin pontuou a situação em que
seus pares se sentem nesta crise. “De mãos atadas, estamos reféns das decisões
estaduais. A autonomia será muito bem-vinda, pois já postulávamos, desde o
início da pandemia, participar das decisões no combate ao COVID19. Cito os
parques naturais como exemplos de impedimento para abertura cujo caráter
parece injustificado, por serem ao ar livre e disporem de fiscalização e boas
condições de distanciamento controlado. Uma vez retomado o poder de gestão,
este modelo do Comitê servirá de base não apenas para Serra, mas para todo o
RS. Baseados nele, criaremos todas as condições favoráveis para que esta crise
seja vencida”.
Embasamento técnico para a retomada
A percepção geral de necessidade de atualização do modelo vigente ficou
evidente no depoimento do Prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci. “Cada
município tem suas peculiaridades e precisamos de mais subsídios e estudos
técnicos para fazer as adequações de forma correta. Os estabelecimentos só
podem ficar abertos se todos os protocolos forem respeitados. Adotar os estudos
do Comitê para traçar estas estratégias é louvável”, avalia Fedoca.
Convidado pelo Comitê e pelas Associações presentes, o Presidente da
Assembleia Legislativa do RS, Deputado Ernani Polo, avaliou que o pleito dos
prefeitos vem ao encontro das expectativas da população, inclusive na capital.
“esta revisão de protocolos deve ser o próximo passo na gestão da crise gerada
pela pandemia em todos os aspectos da economia, mas em especial no setor do
turismo. Farei o que for necessário para levar este pleito ao Governo do Estado”.
Dentre as entidades que integram o Comitê de Retomada Tursimo RS está o
SindTur, presidido por Mauro Salles, que fez questão de enfatizar o suporte que
todos os membros do Comitê prestarão às prefeituras que buscarem subsídios
para a retomada do turismo. “Prestaremos completo apoio para que prefeitos
não precisem assumir sozinhos as difíceis decisões deste momento”, declarou.
A reunião durou mais de duas horas e foi encerrada no espírito de união que
vem caracterizando o movimento liderado pelo Comitê. “Este é o maior
movimento do turismo na história gaúcha. Surgiu a partir de uma
iniciativa da Serra, mas vem sendo encampado por todas as demais
regiões turísticas. Trata-se de um trabalho muito competente, sério e
responsável”, registrou Luiz Fernando Moraes, que já foi Secretário da SMtur
Porto Alegre por 9 anos.
Thomas Fontana, C.E.O. do G30, grupo de empresários dedicados ao
desenvolvimento do turismo no Rio Grande do Sul, encerrou a reunião reforçando
a necessidade de união de esforços. “Nós precisamos dos prefeitos engajados
para salvar o que ainda é possível no setor. São centenas de empresas e milhares
de empregos perdidos diariamente, uma crise econômica que só aumenta a
gravidade da calamidade gerada pela pandemia. Ainda há tempo para
reverter esta situação se trabalharmos com responsabilidade dobrada,
portanto nossa estratégia será contatar todas prefeituras que
compõem os destinos turísticos do estado para disponibilizar este
mesmo suporte no processo retomada”.
Também participaram da reunião com o
Comitê de Retomada Turismo RS:
Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Francisco de Paula
Secretária de Turismo, Cultura e Desporto de São Francisco de Paula
Secretário de Desenvolvimento Econômico São Francisco de Paula
Secretaria da Saúde de Carlos Barbosa
Secretaria de Desenvolvimento Turístico, Indústria e Comércio de Carlos Barbosa
Secretaria da Saúde de Nova Petrópolis
Secretaria de Turismo de Nova Petrópolis
Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves
Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Guaporé
Complexo Cultural e Turístico Maesa de Caxias do Sul
Secretaria de Turismo de Caxias do Sul
Secretaria de Turismo e Cultura de Veranópolis
Secretaria de Turismo de Cambará do Sul
Secretaria de Turismo e Cultura de Cotiporã
AETURCS - Associação de Empreendedores Turistico de Cambará do Sul

Fonte: Thomas Fontana G30 Serra Gaúcha

Compartilhe isto:

Cadastre-se para receber notícias e eventos!