Notícias e Eventos
Notícias SEGH

12
nov/19

Encontro e feira de gastronomia e hotelaria dobra projeção de negócios em relação ao ano passado

No total, volume de vendas deverá chegar a R$ 2 milhões nos próximos meses, ante R$ 1 milhão registrado na edição de 2018. Cerca de 900 pessoas participaram do evento promovido pelo Segh – Região Uva e Vinho, realizado ontem (11)

Compartilhe isto:

Mais de 900 pessoas, de 19 municípios da região Uva e Vinho, participaram do encontro e feira de negócios_Divulgação Eduardo Benini

Projeção de negócios na ordem de R$ 2 milhões para os próximos meses, o lançamento da nova identidade visual e um novo espaço para troca de ideias. Esse é o rescaldo do 10º Encontro da Gastronomia e Hotelaria e 4ª Feira de Negócios Região Uva e Vinho, que o Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) realizou ontem (11), no Centro de Eventos dos Pavilhões da Festa da Uva - Caxias do Sul.  Cerca de 900 pessoas, dos 19 municípios que compõe a base da entidade, prestigiaram o evento que, além de contatos, network e informação, ajudou a encaminhar vendas num volume que é o dobro em relação à edição do ano passado.           

O presidente do Segh, Vicente Perini Filho, fez um balanço dos eventos promovidos pelo sindicato durante o ano, começando com o Jantar Sob As Estrelas, Temperar – Cozinha e Mercado, Dia do Vinho, a Semana Municipal da Gastronomia e Hotelaria, Viagem dos Sabores e culminando com a décima edição do Encontro de Gastronomia e Hotelaria e 4ª Feira de Negócios. O dirigente enfatizou o objetivo de ajudar a profissionalizar os setores da gastronomia e hotelaria com as apresentações no Espaço do Conhecimento e a renovação proposta para as próximas ações da entidade. “O momento é de avançar nas conquistas, valorizar ainda mais a categoria e de forma especial os nossos associados. Estamos atravessando um período de mudanças, com alguns avanços com relação à flexibilização da legislação que pode abrir portas e proporcionar um crescimento no nosso segmento e precisamos estar preparados”, propôs.                

A nova identidade do evento apresentada pelo diretor da Flux Mídia Gastronômica Mauricio Boeira faz a junção de alguns preceitos que o evento traz e que devem ser reforçados a partir do próximo ano, destacando a marca e-segh, lembrando palavras como “encontro” e “experiências” num layout limpo, moderno e claro.

O presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, elogiou o crescimento e a organização do evento, colocando o Segh como um exemplo do que um sindicato pode realizar pelos seus associados. “Um sindicato moderno precisa ter esse papel de ser um indutor do crescimento do setor, agregar serviços e defender a categoria, oferecer qualificação e oportunidades de negócios”, disse. O presidente também citou a necessidade de estabelecer algum tipo de equiparação de plataformas de hospedagem com o setor hoteleiro para que não ocorram perdas ainda maiores e concorrência desleal com os empreendimentos. “É preciso estudarmos alternativas para legalizar essa atividade, sem onerar o consumidor e de uma forma que os municípios possam ter alguma contrapartida, já que é uma atividade que tem crescido de forma exponencial”, concluiu.

Durante a cerimônia foi assinado um documento que selou a doação de 20 mil ingressos da ExpoBento 2020 aos associados e parceiros do Segh. Os bilhetes permitirão que os empreendedores possam se atualizar com outros fornecedores da rede de produtos e serviços da região.

Entre os estudantes de gastronomia que circulavam pelo evento, o jovem Lucas Bolson (21), aluno da FSG, veio em busca de novidades e ideias para o futuro empreendimento que pretende abrir em breve. “Tenho muito interesse pelas áreas de panificação e pizzas e aqui pude conhecer vários expositores com esse foco. Também me chamou atenção o crescimento do interesse por produtos orgânicos, como o suco de uva integral”.

Presente pela terceira vez consecutiva, o administrador de um açougue caxiense Fábio Mantovani é um exemplo de que participar do Encontro e Feira de Negócios gera retorno. “O contato com restaurantes, hotéis e com o público em geral possibilita negócios, relacionamento com outros expositores e aqui também é um excelente palco para apresentarmos novidades, com os nossos produtos da agroindústria, que permite ampliar o leque de negócios”, adiantou.            

Proprietário de uma franquia que comercializa cremes de café, o empresário Volnei de Castilhos Fogaça viu no encontro do Segh a oportunidade de divulgar a marca para outros empreendedores da região, já que atualmente a empresa comercializa apenas diretamente ao consumidor final. “Pretendemos começar a fornecer para pontos de venda, e eventos como este são importantes para iniciar novos contatos”, acredita.

A mesma percepção tem Sandra Carbonera, sócia de uma empresa que produz e distribui polpas de frutas e sucos detox. “O encontro do Segh é importante porque tem foco em um público específico, que é de negócios. Como nosso produto precisa ser degustado, é fundamental que estejamos presentes, e esta é uma boa oportunidade para as pessoas conhecerem e tirarem suas dúvidas”, salienta.

Guilherme Ferreira, representante de uma empresa de refeições saudáveis, como bolos, pizzas, coxinhas e panquecas, também tem boas expectativas em relação ao evento. “O objetivo é tornar os produtos conhecidos e expandir nossa cartela de clientes”, reforça.

Espaço do Conhecimento estreia com sucesso 
Entre as novidades da edição deste ano, o Espaço do Conhecimento esteve lotado nas quatro apresentações. A primeira foi com Thiago Miotto, mostrando as experiências do Ponto dos Cafés e as alternativas práticas para os bares, restaurantes e hotéis. Já o consultor de marketing do Sebrae RS, Thomas Hartmann, falou sobre “Como conquistar clientes pelo Google Meu Negócio e TripAdvisor”. O turismo de experiência foi destacado com a apresentação do case “Hospitalidade e Natureza”, do empreendimento rural Monã, de Canela, com Daniel Castelli. Para encerrar, o chef senegalês Mamadou Séne, falou sobre “Gastronomia, sabores e tendências” e elaborou um ossobuco.

A realização contou com apoio do Sebrae, Fecomércio/Senac, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Bitcom, Flux Mídia Gastronômica, Supergasbras, Ultragaz, Friosul, Sicredi, Mercantec, Stone, Johann e Expobento.

Público: Eduardo Benini
Legenda: Mais de 900 pessoas, de 19 municípios da região Uva e Vinho, participaram do encontro e feira de negócios

Fonte: MCom | SEGH

Compartilhe isto:

Cadastre-se para receber notícias e eventos!