Notícias e Eventos
Notícias SEGH

17
ago/17

O SEGH apoia na divulgação do Evento de Beatificação do Padre João Schiavo

Oportunidade de percorrer os caminhos do religioso e vivenciar as belezas e a hospitalidade da Serra Gaúcha

Compartilhe isto:

No dia 28 de outubro próximo, sábado, Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, será sede de um importante evento religioso. A partir das 10 horas, no Parque da Festa da Uva, acontece a Beatificação do Padre João Schiavo. Isso será possível depois que o Vaticano examinou e aprovou o processo de um milagre atribuído ao Pe. Schiavo, na cura de Juvelino Cara que, com 84 anos de idade, ainda vive com sua família na cidade de Caxias do Sul-RS.

Apresentamos pacotes para facilitar a sua participação nesse importante acontecimento que ficará marcado no Turismo Religioso do Brasil.

Além de testemunhar o evento de beatificação, estamos oferecendo a possibilidade de você percorrer o roteiro “Caminhos do Padre João Schiavo”, visitando igrejas, capelas, colégios e outros locais onde o religioso atuou depois que veio da Itália, culminando com a visita ao memorial onde ele está sepultado, em Fazenda Souza, no interior de Caxias do Sul, local de profunda fé, meditação, e um forte significado religioso e espiritual. Nesse trajeto, você terá a oportunidade de contemplar as belezas naturais e o encanto da zona rural de Caxias do Sul, e apreciar a excelente gastronomia, característica da Região Uva e Vinho do Rio Grande do Sul.

Se preferir estender sua permanência na Serra Gaúcha, consulte-nos sobre outros passeios e roteiros turísticos, através dos nossos contatos.

Os interessados podem obter as informações sobre os pacotes, com valores e condições de pagamento, e forma de aquisição, através deste link: http://artedoturismo.com.br/pacotes/event/

QUEM FOI O PADRE JOÃO SCHIAVO - O MAIS RECENTE BEATO BRASILEIRO

Pe. João Schiavo nasceu no dia 8 de julho de 1903, em Santo Urbano, Vicenza, Itália. João é o primeiro dos nove filhos do casal Luigi e Rosa Fitorelli Schiavo. Família pobre, mas de profunda fé e de sólidas virtudes, educou com esmero e dedicação todos os filhos. Os pais transmitiram, pelo exemplo, sacrifícios, cuidados e renúncias e os valores humanos. Aos quatro anos foi acometido de forte meningite e paralisia infantil, mas curou-se milagrosamente.

Depois de seus primeiros anos de estudos em Santo Urbano, terra natal, começa a estudar na Escola da Congregação dos Josefinos de Murialdo em Montecchio Maggiore. Continuou seus estudos de Teologia e Filosofia, tendo sido ordenado sacerdote no dia 10 de julho de 1927, na Catedral de Vicenza, Itália.

Junto à vocação sacerdotal, alimentou outro desejo: ser missionário. Fez o pedido aos superiores e foi aceito. Foi-lhe destinada a Missão no Brasil.

Pe. Schiavo, resoluto, firme, convicto, alegre e repleto de idealismo e generosidade, deixou a Itália, para a missão no Brasil, chegando em Jaguarão-RS, no dia 5 de setembro de 1931 e, no dia 25 do mesmo mês, transferiu-se para Ana Rech. Desenvolveu atividades em Ana Rech, Fazenda Souza, Caxias do Sul, Galópolis e Araranguá-SC.

Em 1940, iniciou a construção do Seminário Josefino de Fazenda Souza, distrito de Caxias do Sul. Em 1947, recebeu, em doação, o pavilhão do Tiro de Guerra (Quartel do Exército) em Caxias do Sul, que foi transformado no Abrigo de Menores São José, primeira e significativa obra social da cidade, para meninos de rua.

Em 26 de julho de 1946, Pe. João Schiavo foi nomeado o Primeiro Provincial no Brasil.

Em 9 de maio de 1954, com a orientação do Fundador da Irmãs Murialdinas na Itália, Pe. Luiz Casaril, iniciou, no Brasil, o primeiro grupo das Irmãs Murialdinas, da qual foi organizador, administrador e pai espiritual.

Apesar de saúde frágil, sempre teve uma vida muito ativa, destacando-se na oração e fervor eucarístico, na acolhida e na disponibilidade às pessoas que o procuravam para serem atendidas.

Em novembro de 1966, foi hospitalizado e, após dois meses de enfermidade, sempre disponível à Vontade de Deus, faleceu no dia 27 de janeiro de 1967.

Por sugestão do Bispo Dom Benedito Zorzi, Pe. Schiavo foi sepultado em Fazenda Souza, no terreno das Irmãs Murialdinas. No dia 15 de março de 2015, foi inaugurada a Capela junto ao túmulo, para melhor acolher os devotos, local que vem recebendo milhares de turistas e devotos.

Com a comprovação da cura de Juvelino Cara, em setembro de 1997, atribuída ao Padre João Schiavo, o Vaticano oficializou o primeiro milagre do religioso.

Fonte: Arte do Turismo

Compartilhe isto:

Cadastre-se para receber notícias e eventos!